Sobre Porto Alegre

Por que Porto Alegre?

Desde 1947 o Congresso Brasileiro de Geologia ocorre nas principais cidades brasileiras, o último realizado no Rio Grande do Sul foi em 1974, portanto, há 42 anos, sendo considerado um marco em participações e publicações para a época, com a impressão dos anais em sete volumes. O Estado possui uma forte tradição no ensino em geociências contando com quatro escolas de graduação em geologia, vários cursos de pós-graduação, e envolvendo um grande número de docentes e discentes.

O CBG é reconhecidamente o principal evento das Geociências no Brasil, o qual nas últimas edições vem ganhando notoriedade, proporções e repercussões sobre os debates realizados. Porto Alegre se notabiliza por uma excelente culinária, possui uma ótima estrutura hoteleira, a qual se gabarita a abrigar a todos os geocientistas visitantes com excelentes condições. A capital gaúcha é ponto focal para viagens turísticas no Estado, além de estar próxima de locais como a Serra Gaúcha, a região da Campanha e do Litoral.

Poa
Poa
Poa
Poa
Poa
Poa

Sobre a Geologia de Porto Alegre

A Região Metropolitana de Porto Alegre (RMPA) abrange todas as regiões geomorfológicas do Rio Grande do Sul (RS). Desde os terrenos mais antigos que formam as unidades geomorfológicas (UG) Planaltos residuais Sul-Rio-Grandenses e Planalto rebaixado Sul-Rio-Grandense segundo IBGE (1986). Estes terrenos são formados por coxilhas, morros e cristas de granitos e rochas granitóides que caracterizam as terras altas de Porto Alegre e Viamão, pertencentes ao Escudo Sul-Rio-Grandense que se estende desde a fronteira sudoeste do RS com Uruguai até Porto Alegre e Viamão.

Outra UG bastante significativa é a Depressão Rio Jacuí, no meio Norte da RMPA, caracterizada pelas terras baixas das bacias hidrográficas dos rios Gravataí e Jacuí, onde uma grande planície, com suaves coxilhas, se estreita entre o Planalto Meridional e as terras altas do Escudo Sul-Rio-Grandense, ultrapassando as fronteiras oeste com a Argentina e Uruguai.

No extremo norte da RMPA existe o Planalto Meridional, desde os terrenos mais altos para o sopé do planalto, ocorrem as UGs Planalto dos Campos Gerais, Serra Geral e Patamares da Serra Geral. Este platô inicia no Mato Grosso do Sul e termina nos cânions da Serra Geral (Aparados da Serra) próximos da zona costeira na divisa com Santa Catarina, atingindo as maiores altitudes do RS - mil e trezentos metros.

O centro geográfico da RMPA está ocupado pelas feições da Planície Costeira do RS, configurando o Lago Guaíba e seu entorno, tendo-se as UGs Planície Lagunar Patos-Guaíba e Coxilhas Litorâneas, com colúvios, terraços, praias, dunas antigas e recentes, depósitos aluviais formados por sedimentos quaternários.

 

 

No Guaíba, deságuam os principais rios do RS como o Jacuí, Taquari, Caí, Sinos e Gravataí. O encontro desses rios com o lago está marcado pelo Delta do Jacuí. No limite sul, a RMPA possui características litorâneas: as águas do Lago Guaíba misturam-se com as águas da Laguna dos Patos, que por fim deságuam no Oceano Atlântico Sul.

A evolução geológica de Porto Alegre tem inicio a partir de processos ocorridos desde aproximadamente 800 milhões de anos até o Período Quaternário, quando se originou o Lago Guaíba. Os registros desses eventos foram impressos nas rochas e depósitos sedimentares expostos, mostrando uma rica geodiversidade da região.

As rochas mais antigas, observadas nos morros de rochas granitóides, se formaram no Ciclo Brasiliano (Proterozóico Superior), período durante o qual ocorreram diversas orogêneses, durando cerca de 300 milhões de anos. Essas rochas constituem raízes do antigo cinturão orogênico Dom Feliciano. Além de grandes elevações, zonas de falhas e fraturas foram geradas e duas dessas megaestruturas (800 km de extensão) se cruzam na região metropolitana, como a Sutura de Porto Alegre e a Zona de Cisalhamento de Porto Alegre.

No final da formação do Cinturão Dom Feliciano, na região, passou a ocorrer intensa erosão dos terrenos elevados, fato que expôs as rochas graníticas originalmente formadas a mais de 20 km de profundidade. Colisões continentais durante o Ciclo Brasiliano deram origem ao supercontinente Gondwana, que abrangia América do Sul, África, Antártida, Austrália e índia.

Turismo em Porto Alegre

Conhecida como símbolo de diversidade cultural e de integração à natureza, Porto Alegre conta com inúmeras opções de lazer e entretenimento, oferece roteiros culturais, históricos, gastronômicos, de compras e de lazer para conhecer esta cidade que tem corpo de uma metrópole, o espírito cosmopolita, e a alma de uma província. Tradições e culturas gaúchas despertam a curiosidade, e o pôr-do-sol no Lago Guaíba é outro um espetáculo à parte. A miscigenação de etnias predominantemente de colonização européia é percebida nos costumes, culinária e arquitetura, e esta forte influência é percebida nas cores e sabores da capital gaúcha.

Congressistas e acompanhantes farão descobertas nos campos da ciência, tecnologia, história e natureza através dos passeios City Tour Linha Turismo, passeios de barco pelas águas do Lago Guaíba, Museu de História da Medicina, Museu de Ciência e Tecnologia PUCRS, Museu do Esporte, shopping centers e tours de compras nas pontas de estoque couro-calçadistas da região metropolitana, Caminhos Rurais, Rota das Especiarias, parques e praças, Brique da Redenção, além de desfrutar de intensa vida cultural e noturna, com shows e espetáculos nacionais e internacionais, restaurantes de gastronomia típica e internacional que oferecem shows tradicionalistas, ou ambiente refinado. Sanduíche aberto nos bares e restaurantes da Calçada da Fama, chimarrão no Parcão, e o sabor peculiar do carreteiro e churrasco genuinamente Porto-Alegrense são os mais famosos e procurados por turistas de todo o mundo que visitam a capital dos gaúchos.

A agência de turismo oficial oferecerá, além de day-tours, opcionais de turismo pré e pós-evento para os destinos turísticos regionais como Serra Gaúcha (Região das Hortênsias, Região dos Vinhedos, Canyons), Litoral (Torres), Missões Jesuíticas e Costa Doce. Também os opcionais internacionais a cerca de 1h30min de vôo como Montevidéu, Punta Del Este (Uruguai) e Buenos Aires (Argentina).

Mais informações em: www.portoalegre.travel

Realização
Organização
Newsletter

Contatos

Secretaria Executiva:
MCI São Paulo
Fone / Fax: 55 11 3056-6000
48cbg@mci-group.com

Inscrições e envio de trabalhos:
Natália Vieira
inscricoes@mci-group.com
Tel.: +55 (51) 3061-2959 / 8443-2166

48º Congresso Brasileiro Geologia